OURO NA CARTEIRA PARA PROTEÇÃO

  • . . .

Boa noite Tiago

Apenas para hedge ou proteção do portfólio..ok não para especular ….

Eu já tenho cerca de 8% do patrimônio em fundo cambial de dollar….na carteira…

O que acham da estratégia de ter um percentual pequeno de exposição em ouro na carteira em torno de 2% do total do patrimônio…?

Neste caso o que seria melhor um fundo de investimento com exposição ao metal pagando uma taxa de ADM de 1% …….ou……..comprar contratos de ouro OZ1D  e segurar na carteira tendo um custo de carrego de 0,103% mensal ?

 

grato…..

 

att

Experiente Perguntado em em 17 de abril de 2018
Estratégias.
Adicionar Comentário
7 Resposta(s)
  • . . .

Você quer se proteger exatamente do quê? Do Brasil quebrar? Dos EUA entrar em guerra? Da China baixar a demanda ainda mais?

Você pode se proteger montando uma carteira de ações que tenha empresas que se beneficiem com a alta do dólar, empresas que se beneficiem com a queda do dólar e empresas que possuem uma correlação baixa com dólar. Muitos fundos FIA fazem assim. O Barsi, segundo me consta, faz assim.

Esses 2% em ouro vão te garantir o quê? Numa improvável crise generalizada em escala mundial, esses 2% são suficientes para você se sustentar ou o quê?

Proteção só faz sentido se objetivar algum cenário concreto.

Investidor Respondido em 17 de abril de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

Bom dia..

Como disse no início não é especulativo…..é apenas uma proteção pequena no PU total da carteira em momentos de stress e volatilidade do mercado…..o dollar faz hedge da carteira e o ouro geralmente é hedge do dollar reage inversamente ao dollar

Não é intenção de sobreviver com essa porcentagem……….até porque nenhum investimento no mundo é 100% seguro…..nada é garantido 100% nem ações nem títulos nada………..em momentos de extrema necessidade  em um default mundial somente terá valor  …..terra – armas – e água……o resto não tem valor nenhum….

 

abraço..

Experiente Respondido em 17 de abril de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

Tudo bem….as vezes fazer hedge com empresas expostas ao dollar é válido também ……concordo ……mas …..porém além da questão cambial o qual a empresa está exposta que seria a razão o hedge para a posição específica dela na carteira………não necessariamente ela pode reagir em hedge por além do câmbio tem as questões implícitas …..as especificidades  da empresa em si…….operacional., dívidas custos governança a empresa pode estar em um momento ruim …etc etc ….

 

abraço..

 

att

Experiente Respondido em 17 de abril de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

Concordo com seu ponto de vista, mas eu trouxe estas questões porque, no final, a proteção só vale se tem um objetivo e não ficou claro qual era o seu. Numa crise, eu não vou vender ativos, salvo em último caso, então pouco importa se o patrimônio financeiro vai aumentar ou cair, já que o patrimônio em ações vai se manter.

O grande ponto negativo da proteção é o custo de carrego. Em ações, esse custo tende a ser menor e até negativo, uma vez que boas empresas tendem, no longo prazo, a rentabilizar positivamente, independe da correlação cambial. Vejo sentido em proteção para quem precisa de algum nível de liquidez (fundos, por exemplo). Já a pessoa física, especialmente numa carteira que gere renda passiva, idealmente nunca precisa de liquidez, ainda mais num momento de crise. Para isso basta a reserva de emergência (normalmente CDI ou equivalente para quem mora/vai morar fora).

Investidor Respondido em 17 de abril de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

Tudo bem……tranquilo………..muito bom este suno respostas……….ao menos a gente encontra outras pessoas para falar de mercado e idéias relativas………..pois nos dias de hoje andamos meio sozinho na sociedade em geral……..que ninguém quer saber de politica e economia………so querem saber de consumo e alegrias………rsrsrr…….valeu

Experiente Respondido em 17 de abril de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

Acho que o ouro somente vale a pena pra proteção se você tiver um imenso patrimônio, algo acima de 5 milhões. Geralmente o custo pra manter a custódia é alto então não pode ver o ouro como investimento.

Em caso de crises o ouro vai valorizar mas você vai vender? será que terá liquidez? Acho que o ouro é pra proteger parte do seu patrimônio. Se eu tivesse mais de 5 milhões talvez tivesse 1 milhão em ouro e viveria com a renda dos outros 4 milhões. Caso desse tudo errado, ainda teria aquele 1 milhão pra recomeçar.

Experiente Respondido em 17 de abril de 2018.
Adicionar Comentário
  • . . .

Não se pode esquecer a diferença entre :  Finanças x Economia. Finanças é cheio de termos técnicos, siglas e números; ideal para analisar renda fixa.
Economia é a administração dos recursos escassos, extremamente mais difícil, ideal para analisar renda variável; sendo assim, mesmo se uma empresa distribuidora de água potável tenha resultados não significativos (parte de finanças), pode ser que você a vê como potencial futuro, pois pode achar que ela tenha valor  estudando sua correlação com a sua distribuição de água e a necessidade para o futuro, além de analisar a parte de engenharia e logística (parte de economia). Um meteorologista que consegue se aproximar de uma previsão climática e sabendo que tem grande chance de haver um inverno extremamente frio e prolongado no centro/sul da Argentina, afetando os plantios, está aplicando economia e não finanças.  Acho que era para ser o contrário, primeiro faculdade de Finanças e depois Economia. Por causa disso, recomendo quando for investir em Ações, em vez de perguntar a alguém na Wall Street, pergunte alguém no CERN.

Sobre Ouro : metalzinho dourado e bonito. Sua raridade é constante, pois é formado por uma fusão de estrelas de nêutrons. Têm aplicações financeiras, industriais e joalheria. Durante milênios é usada como moeda, e diversas culturas atribuíram um significado místico para ele. Apesar de você não poder comer, beber, gerar energia ou se proteger com ele, ainda será uma fonte de troca universal (é claro que um cenário de apocalipse as trocas serão mais em escambo, e é necessário armas, por isso é necessário “investir” em uma arma e uma reserva de comida enlatada etc). Ouro é “furada” até chegar na crise, assim como a ação X é furada até crescer absurdamente e outras coisas sem sentido. Judeus compram ouro a milênios, e sempre o guardam; já viu algum judeu pobre? Eu já, mas é difícil, a maioria tem uma condição no mínimo de classe média.

Outro exemplo de Economia x Finanças : se você comprasse e guardasse durante décadas algumas figurinhas raras , ou primeiras edições de revistas ou algo do tipo, se finanças fosse uma pessoa ela te falaria : “jogou dinheiro fora”; já se economia fosse uma pessoa ela diria : “Interessante seu ponto de vista, acho que tem uma boa chance de você fazer um bom negócio a longo prazo, até porque qualquer coisa pode ser fonte de receita no futuro, até mesmo vender uma pedra como pet, só cuidado para não gastar muito dinheiro comprando essas figurinhas ou revistas, pois o risco é alto”.

Outra questão são as cripto moedas. Uma vez perguntei a um doutorando em T.I sobre o assunto, ele falou que as pessoas estão muito afobadas com a moeda X ou a moeda Y, mas estão esquecendo da tecnologia envolvida nisso, que é a grande questão chave. Ele me disse que ficou sabendo da existência do Bitcoin quando ele valia muito pouco, ele investiu um % pequeno do portfólio geral dele, como especulador (apesar dele ser mais da filosofia buy and hold), ele foi vendendo durante os anos, e quando chegou em 2017, no topo, ele só tinha uns 25%, vendeu 10% e hoje tem 15% do que inicialmente tinha em Bitcoins. Ai eu perguntei : você compraria mais? Ele me disse :  “Você vai comprar o Iphone X ?” , então eu disse : “Claro que não” , ai ele perguntou : “Ué, por que não ?” , ai eu disse : “O preço é absurdo, ele não vale tudo isso.” , e ele respondeu “Por que o preço está alto?” , e eu : “Todo mundo quer comprar” , e ele disse “Exatamente.” , e depois complementou “Quem investiu um dinheiro em bitcoin há 5 anos atrás já conseguiu ter um bom lucro, o bitcoin já se  popularizou; acho que agora o ideal é ficar um pouco de fora e ir vendo como os governos, os bancos e o sistema financeiro como um todo vão se relacionando com essa nova forma de capital virtual, mas o essencial é a tecnologia, acho interessante ter um percentual bem pequeno nesse setor, apenas para você ter um pequeno capital descentralizado”. E ele ainda disse que só um louco veria mais valor em Bitcoin do que Ouro (um profissional quase doutor em T.I que falou isso). Então, isso tudo me faz refletir sobre algo : humildade, quanto mais a gente sabe menos a gente sabe. Ele falou que na Nasdaq tem várias empresas com algumas tecnologias bem interessantes, que ele poderia utilizar essa “informação privilegiada” de como poderia ser a tecnologia do futuro para fazer aportes em ações; ele falou que os aportes dele na verdade são bem “mundanos”, por exemplo, o tipo de ação preferida dele são do sub ramo de recolhimento de lixo, na NYSE. Segundo ele os pontos positivos são : ” 1 – Ninguém entra na NYSE com o sonho de comprar ações de lixo, além da falta de glamour, não tem emoção, ou seja, ficam meio esquecidas por aqueles que querem ficar rico rápido” . 2 – “São essenciais até em momento de crise, ninguém quer viver na imundice”.  3 – “Sua logística é bem simples, não é nada de outro mundo”.  4 – “Tem resultados interessantes, constantes e crescentes ao longo do tempo”.  5 – “A tendência da conscientização da poluição é crescer cada vez mais no futuro”.

Eu acho ouro interessante, procuro ter 5% de ouro na carteira, pelo menos. Quanto de ouro você acha que o Buffet têm?  Acho que ele esconde ouro até no quintal da casa dele.

Aprendiz Respondido em 26 de outubro de 2018.
Adicionar Comentário

Sua resposta