Quais métricas/fórmulas utilizam para precificar uma ação e encontrar boas oportunidades de compra? Utilizo: – EV/BIT – P/VP – Formula de Graham – Máximas históricas Descrevam quais e como fazem!?

  • . . .

Fórmula Mágica para encontrar boas oportunidades de compra

Aprendiz Perguntado em em 24 de junho de 2021
Ações.
Adicionar Comentário
3 Resposta(s)
  • . . .

Tudo bem Thiago? Eu utilizo o P/L para uma análise comparativa com outras empresas, e para valuation específico da empresa utilizo o modelo de fluxo de caixa descontado. 

 

Espero ter ajudado. Sucesso nos investimentos!

Experiente Respondido em 24 de junho de 2021.
Adicionar Comentário
  • . . .

Bem graças a Deus Iago, e por ai?

 

Então cara, essa parte de fazer o  Valuation do zero, pra mim é um passo que ainda não alcancei, com isso, tento me virar com esses indicadores mais iniciantes. Aprendeu Valuation onde?

Aprendiz Respondido em 25 de junho de 2021.

Eu aprendi com o livro Valuation do Damodaran, e através de artigos na internet. No YouTube você até vai achar alguma coisa, mas de forma muito simplista. Recomendo muito a leitura do livro, pois, ele explica bem os vários “se’s” que existem no valuation de uma empresa, e que assim como a análise técnica tenta prever o preço futuro de uma ação com base nos preço passados, o valuation é uma tentativa de tentar prever o fluxo de caixa futuro com base nos fluxos passados. Embora o valuation utilize dados que realmente afetam a empresa – FC ao invés do preço da ação – ainda se trata de uma tentativa de prever o futuro, e deve servir como guia, e não como a verdade absoluta e incontestável. 

em 25 de junho de 2021.

Show de aula Iago! Vou procurar esse livro agora! Tomara que tenha versão PTBR!

 

Uma última dúvida, aproveitando da sua boa vontade. Quando eu calculo a rentabilidade de uma ação, além do valor atual para ticket médio, eu posso e devo considerar dividendos pagos no período e possíveis taxa de corretagem?

em 25 de junho de 2021.

Com certeza. Você deve somar o valor dos dividendos ao valor do ganho/perda de capital que você obteve com ação para saber sua rentabilidade total com a empresa, PORÉM para cálculo de IR o dividendo não entra na conta, pois, até o momento – e provável que por pouco tempo – eles são isentos de IR.

 

Já a corretagem – assim como os emolumentos da bolsa – você tem duas opções para calculá-la – e sugiro que faça, pois, reduz o IR devido. A primeira é somando o valor da corretagem e emolumentos ao PM, dividindo o valor total desses custos pelo total de ações compradas, e o resultado somando ao valor pago por ação, exemplo: Você compra 100 SUNO3 a R$ 10,00 cada ação e paga R$ 10,00 de corretagem e emolumentos, você dividirá 10/100 (corretagem / total de ações compradas), que será igual a R$ 0,10 e somará ao valor pago por ação, então seu preço médio será R$ 10,10. A segunda maneira – e mais cômoda para mim – é diminuir o valor da corretagem e emolumentos dos ganhos, exemplo: você vende as ações da SUNO3 a R$ 15,00 e novamente pagou R$ 10,00 de corretagem e emolumentos, logo você teve um ganho de capital de R$ 50,00, porém ao diminuir o valor dos custos dessa operação que são de R$ 20,00 – R$ 10,00 da operação de compra, e R$ 10,00 da operação de venda – sua base para o cálculo de IR será de R$ 30,00. 

em 25 de junho de 2021.
Adicionar Comentário
  • . . .

Só um complemento a resposta acima. O modelo de fluxo de caixa descontado não se aplica bem a empresas financeiras – bancos, seguradoras, holding…- para essas empresas utilizo o modelo de Gordon, utilizando o WACC como taxa de desconto.

Experiente Respondido em 25 de junho de 2021.
Adicionar Comentário
  • Perguntas relacionadas

  • Disclaimer

    As respostas são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da Suno Research. Caso encontre algo que viole os nossos termos de uso, denuncie.

  • Sua resposta